Comunidade São Sebastião – Diaconia 08

diaconia 08

Ao chegar, ele viu a graça que Deus havia concedido. Alegrou-se muito e exortou a todos para que permanecessem fiéis ao Senhor, com firmeza de coração. (At 11,23)”

A pessoa designada para fazer o trabalho na área conhecida como Diaconia 08 foi o Senhor Francisco Bezerra. Ele conseguiu formar uma equipe de serviço que tinha catequistas, visitadores do dízimo, coordenador e coordenadora do Círculo Bíblico. As atividades desenvolvidas pela equipe eram orientadas pelo pároco e com freqüência regular eram realizadas a Pré-Catequese, Primeira Eucaristia e Perseverança. O Círculo Bíblico, o Dízimo, Grupo de Jovens, Reunião da Equipe de Serviço eram realizados esporadicamente.

O Círculo Bíblico funcionava todas as quintas-feiras, por aproximadamente duas horas. A média de participantes era de vinte pessoas e quem coordenava de fato era o próprio Sr. Seu Francisco. Francisco permaneceu até 1983 quando ele passou a coordenação da diaconia e do Círculo Bíblico para o jovem Waldemir José.

A Catequese de Pré-Eucaristia era coordenada pela Edinéia Vital (Néia) e tinha como objetivo iniciar as crianças na fé, tendo as primeiras noções da palavra de Deus, trabalho em grupo e oração. Na Catequese de Primeira Eucaristia estavam Vera Nilce e Gracilene Pereira da Silva, juntamente com outra agente chamada Maria do Carmo Pinto da Silva (a Dudu), que se revezavam tanto na coordenação da Pré Catequese quanto na Perseverança. A média era de dez crianças participando em cada fase, a Catequese de Primeira Eucaristia aumentava para 15 alunos em média.

O Dízimo era regularmente desenvolvido. As agentes responsáveis pelas visitas desta Pastoral eram as irmãs Raimunda e Albertina Pinto da Silva.

A experiência do Grupo de Jovens na Diaconia 08 foi desenvolvida pela Raimunda e Vera Nilce que foram da primeira turma de coordenação. A média de participação era pequena, menor que dez.

Das atividades desenvolvidas, esporadicamente, destacam-se os mutirões que envolviam problemas comuns dos moradores da área abrangida pela Diaconia 08. A Equipe de Serviço buscava encontrar soluções para esses problemas. Alguns trabalhos se destacaram, por exemplo, na esquina das Ruas XV de Novembro e Danilo Corrêa, pois lá havia um grande terreno abandonado. Esta área gerava insegurança nas pessoas que precisavam passar por ali, com denúncias de tudo, por conta do mato que era alto. A Equipe de Serviço tomou para si este problema e articulou com os moradores do local e com o dono do terreno um meio de resolver o problema. Através da realização de vários mutirões transformaram o local num campo de lazer para a comunidade. Com a prática regular de jogos de vôlei, futebol e outros esportes, o problema foi resolvido. A Diaconia promoveu, neste local, atividades de lazer como manhã de lazer, etc. Outro trabalho que envolveu toda a Diaconia foi a construção do local onde passou a funcionar o Círculo Bíblico, em frente a casa da dona Maria, mãe da Jane.

Atividades que também marcaram este período foram as visitas pastorais do Pároco Pe. Sabino. Elas serviam para sensibilizar as pessoas para os sacramentos da Eucaristia para adultos, matrimônio de pessoas que viviam juntas, batizados de adultos; serviam também para fazer conversa com a Equipe de Serviço in loco, já que as reuniões mensais dos agentes de pastorais eram importantes para o padre acompanhar os trabalhos das Diaconias. Estas atividades eram um momento forte das Diaconias e da Comunidade em geral.

A Equipe de Serviço da Diaconia 08 foi importante também em muitos dos aniversários de Ordenação do Padre Sabino. Dentre alguns desses momentos coordenados por membros desta equipe destacam-se: Programa “Esta é a Sua Vida Padre Sabino”, apresentado por adolescentes da Diaconia (João Rodrigues e Gilmar) com roteiro feito pela Gracilene (irmã da Vera Nilce). A pesquisa de campo era feita por agentes da igreja, mas coordenada por membros da Diaconia 08.

A participação nos arraiais, todo ano, envolvia a equipe na busca por material para a grande festa. Era sempre cansativo, mas proporcionava um retorno satisfatório. O levantamento sócio cultural religioso era uma forma de senso da Diaconia, com o objetivo de identificar a situação social e religiosa da área como referência para o desenvolvimento dos futuros trabalhos.

Esta equipe viveu uma relação bastante intensa e, não se dava somente nos encontros, mas também com as famílias dos membros participantes. Estavam sempre unidos dividindo alegrias e tristezas, problemas, mas também na busca de soluções. Infelizmente por ser muito intenso os relacionamentos, os problemas pessoais das famílias que compunham o grupo começaram a refletir na comunidade e, no final da década de 80, a equipe se desfez, deixando de existir.

A Diaconia passou longos anos sem ter uma equipe de serviço e, somente em 1992, outra equipe foi formada a partir do trabalho de Mª Alice Martins Menezes e tinha como local dos encontros a casa da Ivone Ângelo (dizimista) na rua Cel. Conrado. Alice sempre foi coordenadora da Diaconia 07 que tinha como irmã a Diaconia 08. Com a ajuda de alguns capuchinhos, Alice conseguiu resgatar algumas pessoas antigas e também novas. Depois do grupo formado, em suas respectivas pastorais, Alice passou o cargo para a sua irmã Lenice Menezes e a Sra. Maria das Neves. Este grupo também vivia uma relação intensa e, em 1996, por motivos familiares, Lenice e Neves saíram da coordenação e a Diaconia ficou novamente sem coordenador por algum tempo, porém, com alguns trabalhos, sendo que a Sra. Ivone representava a Diaconia nas reuniões do Conselho Paroquial.

Aproximadamente no ano de 2001 o jovem Clóvis, sobrinho de Dona Maria Rodrigues e agente pastoral do grupo de adolescentes, assumiu o cargo de coordenador da Diaconia 08 durante o período de quatro anos.

Em 2005 Clóvis se afasta e a jovem Jane Coelho, filha de Maria Rodrigues, é convidada pelo Pe. Sabino a assumir a coordenação. Jane reúne o povo, fazendo os encontros em casas diferentes: residência da Ivone, dona Zeneide Ângelo (mãe de Ivone e Gilmara Ângelo) na R. XV de novembro n. 05 e na casa da coordenadora, à mesma Rua, n. 71. Assume a coordenação e permanece por dois anos quando, por motivo de doença, pede seu desligamento da equipe.

Em 2007, antes da transferência do Pe. Sabino para Catedral, o ex-coordenador da Diaconia 09, João Bosco Catão é convidado para assumir a coordenação da Diaconia 08 na qual permanece até hoje, dando continuidade aos trabalhos pastorais.

A comunidade raramente realiza a festa do Padroeiro, que por ser no mês de janeiro, período de férias, fica impossibilitada de organizar os festejos. A equipe trabalha arduamente para que a comunidade siga em frente e apesar de todas as dificuldades, hoje é composta por 09 agentes pastorais: Ivone Ângelo (Pastoral do Dízimo); Maurilene Pereira Picanso (Pastoral Litúrgica); Francisca Suely Lima de Souza (Pastoral da Criança); Waldenise Medeiros (Pastoral da Saúde e da Melhor Idade); Jacqueline Coelho Rodrigues (Pré Catequese); Gilmara Ângelo (Catequese Familiar); Mariléia Alencar Galvão (Pastoral Vocacional); Zeneide Ângelo (Ministra da Eucaristia); João Bosco Catão (Coordenador e Ministro da Palavra).

Em 26 de fevereiro de 2012 tomaram posse, para um mandato de dois anos, os coordenadores Francisco Souza da Silva e Mariléia Galvão Alencar.

Coordenações seguintes:

2014: Mariléia Galvão Alencar e Isabel Christina de Souza Maquiné

2015-2016: Jucileide Menezes da Silva